PLANOS DE SAÚDE COLETIVOS TERÃO REAJUSTE DE ATÉ 26% EM 2017


Planos de saúde coletivo têm previsto um reajuste de até 26% para este ano. De acordo com a Qualicorp, o aumento médio será de 19,83%. Os planos de saúde coletivos são negociados diretamente entre contratantes e operadora do plano, sem a interferência da ANS, que delimitou um teto de 13,55% para os planos de saúde individual para o ano de 2017.


Cada vez menos as operadoras de planos de saúde optam por celebrar contratos do tipo individual, uma vez que sem o rigor da ANS para os planos de saúde coletivos, esses acabam sendo mais interessantes. De 2001 pra cá, segundo dados da Agência Nacional de Saúde (ANS), houve uma que de 60% para 19,5% do número de planos de saúde correspondentes à modalidade individual.


Além de não haver fixação de percentuais de reajuste por parte da ANS para os planos de saúde coletivos, para os planos de saúde individuais, a lei só permite a rescisão de contratos individuais por inadimplência superior a 60 dias, sucessivos ou em um ano, enquanto que nos contratos coletivos, esse desligamento pode ser desfeito a qualquer momento pela operadora, deixando o usuário sem qualquer proteção.


"Ou seja, usuários de planos coletivos estão mais sujeitos a reajustes abusivos. Para o consumidor, é mais seguro um contrato individual, por isso as operadoras têm mais interesse em celebrar usuários coletivos", orienta o Diogo Santos, do escritório Diogo Santos e Advogados.




Fonte: agora uol

#planodesaúde #planodesaúdecoletivo #reajuste #ans #diogosantoseadvogados #direitosdasaúde #assistenciajurídica #direitodoconsumidor #ANS #planodesaúdeindividual

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square